A caveira tibetana ou Kapala (ཀ་པ་ལ), está associada à rituais budistas, esta prática consiste em esculpir e ornamentar com jóias o crânio de uma pessoa morta, após esse processo, o crânio se torna uma espécie de receptáculo ou tigela, onde a pessoa que beba nela adquira o conhecimento e personalidade do dono do crânio.

Hoje em dia, principalmente no Ocidente, as Kapalas são usadas como enfeites ou artigos de luxo, podendo custar mais de R$2.000,00.


Na década de 90 o artista  Filip Leu, que é referência entre os tatuadores, foi um dos primeiros a tatuar Kapalas, a partir disso, o tema foi se popularizando bastante e cada vez mais clientes se interessam por tatuagens sobre este tema.

kapala.png
Tatuagem Kapala (em progresso) por Toshio Shimada

Texto por Rafael Lucente

Deixe uma resposta